Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > MP instaura ação contra bloco 'Porão do Dops'
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

MP instaura ação contra bloco 'Porão do Dops'

  • Publicado: Quinta, 01 de Fevereiro de 2018, 14h46
  • Última atualização em Quinta, 01 de Fevereiro de 2018, 14h46

29.01.2018 19:08 por Redação
Medida aponta apologia à tortura e tenta impedir desfile do grupo no carnaval

MP instaura ação contra bloco 'Porão do Dops'
 
Foto: Divulgação/Memorial da Resistência
 
O Ministério Público de São Paulo entrou nesta segunda (29) na Justiça com ação civil pública contra os responsáveis pelo bloco carnavalesco "Porão do DOPS 2018", que faz alusão ao Departamento de Ordem Política e Social, órgão de repressão durante a ditadura militar.

 
Organizado pelo Movimento Direita São Paulo, o grupo pretende sair as ruas da capital no dia 10 de fevereiro. 

O procedimento foi aberto pelos promotores de Justiça Beatriz Fonseca e Eduardo Valério por apologia à tortura. A ação tenta impedir que o bloco desfile no carnaval da cidade e que sejam condenados a remover da divulgação do bloco carnavalesco, em todos os meios e mídias, as expressões "Porões do DOPS" e a menção a imagens ou símbolos que remetam à tortura, bem como a nomes e imagens de notórios torturadores.

Entre os homenageados pelo bloco estão o coronel Carlos Alberto Brilhante Ustra e o delegado Sérgio Paranhos Fleury, ambos conhecidos por participarem de sessões de tortura no órgão de repressão.

Os promotores pedem, ainda, a condenação dos réus ao pagamento, em caso de descumprimento das obrigações, de multa correspondente a R$ 50 mil por dia. Além da ação, a promotoria requisitou à Polícia Civil a instauração de inquérito policial destinado à apuração crime de apologia da tortura.

 
Em nota, o Movimento Direita São Paulo disse que o MP estaria "cerceando a liberdade" deles. "Não será a rixa e o proselitismo ideológico praticado pelos senhores, que deveriam conhecer a carta magna melhor do que ninguém, que vai nos dobrar", declararam.  

Em São Paulo, o prédio que abrigada o Dops foi tansformado no Memorial da Resistência.
 
Fonte: Destak/São Paulo, 29/01/2018
 
Disponível: http://www.destakjornal.com.br/cidades/sao-paulo/detalhe/mp-vai-investigar-bloco-porao-do-dops
registrado em:
Fim do conteúdo da página