Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > UFPR recoloca busto de Suplicy da Lacerda e cria “museu” da ditadura militar
Início do conteúdo da página
Últimas notícias

UFPR recoloca busto de Suplicy da Lacerda e cria “museu” da ditadura militar

  • Publicado: Sexta, 26 de Mai de 2017, 15h36
  • Última atualização em Sexta, 26 de Mai de 2017, 15h38

Por Rogerio Waldrigues Galindo  [ 25/05/2017 ][ 18:18 ]

Busto derrubado de Suplicy de Lacerda. Foto: Daniel Castellano/Gazeta do Povo.

Depois de anos de discussões, o Conselho Universitário da UFPR finalmente conseguiu chegar a um consenso sobre o que fazer com o busto do ex-reitor Flávio Suplicy de Lacerda. Ministro da ditadura militar, Suplicy foi um dos reitores mais importantes da universidade. Seu busto na Reitoria virou símbolo político importante.

O busto foi arrancado do pedestal pelos alunos em duas ocasiões. Em 1968, durante os protestos contra a ditadura; e em 2014, numa retomada simbólica das lutas estudantis. A UFPR pretendia recolocar a estátua no lugar, mas os alunos não gostaram do plano.

Nesta quinta-feira, foi aprovado um parecer da professora Vera Karam Chueiri, diretora do Setor de Ciências Jurídicas. A ideia é reinstalar o busto, mas dentro de um projeto maior que tenta lembrar o período histórico dentro de uma contextualização.

O busto deverá ser posto de novo no pedestal. Mas nele haverá informações explicando, entre outras coisas, os motivos das duas derrubadas da estátua. O parecer prevê também que no pedestal haja links e QR Code que levem a páginas com informações sobre o período histórico.

Museu

O busto passará a fazer parte de um “Museu de Percurso”, que contará com três outros locais de visitação. Um deles é um prédio da UFPR na Ubaldino do Amaral onde funcionou uma sede da Polícia Federal usada, na ditadura, para repressão policial. Haverá ali também uma placa sobre os fatos históricos.

O terceiro ponto do “museu” será o pátio da Reitoria, onde houve confronto entre estudantes e alunos no momento em que se pretendia cobrar mensalidade por cursos na universidade. O quarto ponto será uma um busto na Santos Andrade em homenagem ao advogado José Rodrigues Vieira Netto, cassado pela ditadura militar.

O plano foi aprovado por unanimidade no conselho e agora deverá ser posto em prática.

Fonte: Gazeta do Povo, 25/05/2017

Disponível: http://www.gazetadopovo.com.br/blogs/caixa-zero/ufpr-suplicy-lacerda-ditadura-militar/

registrado em:
Fim do conteúdo da página